Meu cão late demais e agora?

Seu cão é aquele que ama latir? Você vive recebendo reclamação dos vizinhos por causa deste problema? Vamos dar algumas dicas para ajudar a entender melhor este problema!

 

Seu cão late demais? É natural dos cães latirem, alguns mais, outros menos, geralmente é a raça que determina a frequência. Porém se o latido for constante é preciso leva-lo ao veterinário para ver se o problema é comportamental ou fisiológico.

Se a causa for comportamental, vamos dar algumas dicas que podem te ajudar a fazer seu cãozinho latir menos.

Você sabia que muitos cães latem apenas para chamar a atenção do tutor? Isso acontece porque percebe que quando late, você atende (mesmo quando é bronca). E a partir daí ele sempre vai latir para prender sua atenção.

Mas neste caso, o que fazer?

Uma dica bacana é, recompensar o silêncio dele. Antes dele começar a latir, dê algum petisco, brinquedo ou carinho. Toda vez que ele se silenciar faça isso, se ele latir o ignore ou saia de perto. Ele vai perceber aos poucos que ficar quieto é mais vantajoso do que latir cosntantemente. Vá fazendo essa ação até ele diminuir consideravelmente os latidos.

E para os cães que se sentem sozinhos?

Alguns cães não gostam de ficar longe dos seus tutores, quando ele está sozinho em casa, acaba aprontando alguma arte ou o seu cão late demais. Isso porque ele está acostumado com a sua presença em casa e isso gera uma certa dependência. Uma dica para melhorar este comportamento do seu cão latir demais é deixar brinquedos que estimulem a interação, como aqueles que você coloca petiscos e rações dentro dele.

Além da dica que demos acima, é interessante inserir o comando de adestramento “fica”. Para isso, coloque seu cãozinho sentado e diga firmemente a palavra “FICA”, se ele ficar recompense com algo que ele gosta (para reforçar o ato positivo dele). Repita essa ação por várias vezes até que ele entenda o comando e mantenha o foco em você. Passando essa etapa, vá aos poucos se afastando dele, por exemplo, primeiramente de um passo e repita a ação. Depois vá aumentando o distanciamento, lembrando sempre de recompensá-lo. Caso ele saia do local ou não obedeça  comando, não brigue com ele, apenas inicie novamente o treino. Não é algo simples, mas com paciência e calma tudo acaba dando certo.

Esse treino ajuda com que o animal tenha uma maior independência e não sinta tanta falta de você quando se ausentar, diminuindo assim os latidos insistentes.

As dicas acima, ajudam a diminuir a ansiedade e aumentam a independência do cãozinho, fazendo com que ele fique mais calmo, diminuindo os latidos.

Esperamos que essas dicas te ajudem a melhorar a sua convivência com o seu cãozinho!

Gostou dessas dicas? Quer saber mais notícias para uma vida melhor do seu pet? Clique aqui e leia mais matérias!

Quer saber mais curiosidade sobre cães? Clique aqui!

Sobre a Only Vet:
Somos a primeira Farmácia de Manipulação Veterinária de Campinas, certificada pelo MAPA – WhatsApp (19) 998227855

 

Andre-Kater-Farmaceutico-OnlyVet-Farmacia-de-manipulação-veterinaria-Campinas

Autor: Dr. André Kater
Farmacêutico veterinário apaixonado por cães e gatos. Pai de cão (Thor) e gata (Zefa)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *